Boi Gordo
R$ 301,30
02/03/2021
Soja (sc)
R$ 163,55
02/03/2021
Dolar
R$ 5,6655
02/03/2021
CASCAVEL/PR
NOTÍCIAS / Irrigação

  • Irrigação - Publicada em 17/02/2021

Área irrigada no Brasil cresce 18,96% em 2020

Levantamento realizado pela Câmara Setorial de Equipamentos de Irrigação da ABIMAQ aponta que a área incremental irrigada em 2020 é de 249.225 mil hectares contra 209.500 mil em 2019. Já no acumulado de 2000 a 2020, o crescimento foi de 4%, o que representa 6.481.812 milhões de hectares irrigados no total contra 6.232.587 no ano passado

Leia também:

É possível reduzir gasto de água no Agronegócio com distribuição eficiente



Por: Assessoria
Notícia atualizada em 17/02/2021

No intuito de contribuir com informações e assim colaborar com o trabalho de todos os envolvidos com a agricultura irrigada, a Câmara Setorial de Equipamentos de Irrigação (CSEI), da ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, divulga pesquisa com estimativa da área irrigada no Brasil. “Esperamos  contribuir para o enriquecimento, padronização e atualização das informações relativas a este importante e destacado segmento do agronegócio brasileiro”, ressalta Renato Silva, presidente da CSEI.

Em 2020, a área incremental irrigada foi de 249.225 mil contra 209.500 mil em 2019.  Dessa totalidade, 117 mil hectares foram de irrigação por aspersão com pivô central, contra 97,5 mil no ano passado (aumento de 20%). Outros 78.775 mil hectares de irrigação localizada por gotejamento ou microaspersão, no ano anterior foi de 68.500 mil (aumento de 15%). Mais 37.200 mil hectares de irrigação por aspersão convencional, fixa, tubo PVC ou canhão, em 2019 foi de 31 mil (aumento de 20%). E 16.250 mil de área para irrigação por aspersão com carretel, em 2019 foi de 12.500 mil (aumento de 30%). “Comparado 2020 com 2019 a área total irrigada cresceu 18,96%. Esse aumento significativo se deve a alta das commodities no mercado internacional em dólar aliado a desvalorização do Real. Também foi um ano interessante para o produtor, pois fez ele aumentar os investimentos em tecnologia”, explica o presidente da CSEI.

Para Silva, apesar da alta de quase 19% em 2020, o setor de irrigação no Brasil poderia crescer muito mais para chegar perto de outros países, como a China que irriga 70 milhões de hectares ano e a Índia que irriga 76 milhões de hectares ano. “Temos disponibilidade de 14% da água potável do mundo, plantamos apenas 9% da terra própria disponível sem a necessidade de desmatar e o nosso clima é tropical. Esses três pilares fazem com que o Brasil tenha o potencial de crescimento maior do que qualquer outra nação do mundo”.  

Já no acumulado de 2000 a 2020, o total da área irrigada foi de 6.481.812 milhões de hectares contra 6.232.587 em 2019, o que representa aumento de 4%. “Estes números foram adicionados aos dados históricos até 1999 (era 2.949.960) divulgados pelo professor Demétrios Chistofidis da Universidade Nacional de Brasília (UNB)”, completa presidente da CSEI.

De acordo com Silva, a agricultura irrigada no Brasil vem numa crescente a cada década. Começamos na década de 80 a crescer 50 mil hectares ano a ano, na década 90 o aumento foi para 100 mil hectares, nos anos 2000 a elevação foi de 150 mil hectares, de 2010 a 2020 uma média de área incrementada de 200 mil hectares e no ano passado o crescimento foi para 250 mil hectares. Então poderíamos crescer a patamares acima de 350 mil hectares ano a ano. No entanto, para continuarmos expandindo precisamos avançar em alguns processos de outorga de águas, licenciamento ambiental, avançar nos processos de autorização de pequenas barragens, assim como continuar investimentos em infraestrutura, como energia elétrica e logística. Com estes avanços, as indústrias de irrigação no Brasil estarão aptas para atender esse aumento de demanda. Isso será um crescimento relevante que vai impactar positivamente no desenvolvimento social, econômico e da produção de alimentos no Brasil”, esclarece Silva. 

Comentários Comente essa notícia4

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.