Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos site. Ao visitar nosso portal, você concorda com esse monitoramento e com nossa Política de Privacidade.

  • Tempo - Publicada em 21/06/2022

Chegada do inverno preocupa produtores rurais

Começou o Inverno 2022. Aqui no Brasil e em todo o Hemisfério Sul, a estação começa hoje dia 21 de junho e vai até 22 de setembro
Leia também:

A massa de ar frio e seco mantém as condições favoráveis para geada

Estabilidade se mantém sobre as regiões paranaenses

Frente fria chega ao Sul do Brasil nesta segunda


Por: Climatempo
21/06/2022

Em boa parte das regiões agrícolas produtoras, o período é caracterizado por seca e frio, suscetível a geadas e temperaturas muito baixas.

Para os produtores, em especial de hortaliças, frutas, leguminosas e ornamentais, é fundamental desde já planejar a proteção dos cultivos, pois a mudança brusca climática compromete as culturas que estão no campo, seja por queima de folhas ou desidratação, acarretando obviamente grandes prejuízos.

Em situação de frio e pouca luz, todos os cultivos sofrem, principalmente as leguminosas, folhosas e alguns tipos de legumes, que tem o ciclo muito curto, entre um e três meses.  Para esses tipos de cultura que são semeadas durante todo o ano, inclusive na época de frio, é que os filmes que envolvem as estufas tornam-se fundamentais.

Segundo, Mateus Cruz, engenheiro agrônomo, os filmes têm importantes atribuições. “Uma delas é que ele faz o microclima, não importa a estação do ano, mas como nós estamos falando de inverno, vai manter a temperatura interna ideal, até em geadas, para garantir a maior produtividade possível e a entrada de luz de maneira satisfatória”, diz.

Neste período as plantas precisam de luz e a disponibilidade é menor ao longo do dia.

“O importante é a entrada da luz e nós temos filmes com alta transmissibilidade de luz e também de difusão, ou seja, espalhamento dela, para que a planta consiga absorver o máximo possível”, explica o engenheiro agrônomo. Por exemplo, ao sol do meio dia, os raios só incidem na parte superior das plantas, podendo até queimá-la se o filme utilizado não for bloqueador de UV. “Utilizando um filme que faça melhor essa difusão, o cultivo conseguirá absorver mais luz e com maior superfície. Unindo com adubação e água, a produção será maior”, completa Cruz.


Projeto estruturado

Para aquele produtor que vai iniciar um cultivo protegido, antes de mais nada, é preciso pesquisar a demanda da região, a disponibilidade de água, principalmente saber qual é o Clima, altitude, longitude, que tipo de cultivo vai querer produzir, para que então, ele consiga decidir qual o melhor filme comprar. Tão importante quanto o cultivo que ele vai produzir, ele tem que saber também as condições ambientais da região, pluviosidade e se ele está próximo de um mercado consumidor.

A partir disso, entra a fase de comprar os materiais, plástico, material de estrutura. Para a irrigação é importante ter um agrônomo como consultor para ajudar na gestão. Para tornar esse sistema de cultivo ainda mais eficiente, o interessante é procurar no mercado uma linha de filmes agrícolas com alta difusão e antiestático, o que impede o acúmulo de pó na superfície da estufa.

“São filmes que podem ser utilizados em todos os tipos de cultivo, que trazem uma qualidade de luz dentro da estufa muito grande e isso favorece a alta produtividade das culturas”, destaca, Luciana Coelho, gerente de marketing do Grupo Nortene.

Existem linhas no mercado com maior taxa de fotossíntese, o que garante melhor produtividade e qualidade, uma vez que diminui o ciclo da planta. Há também os filmes que possuem ainda o bloqueio de UV (radiação ultravioleta) desenvolvido para impedir a queima do cultivo pela radiação ultravioleta. Todos esses benefícios estão a disposição do produtor rural com tecnologia israelense exclusiva no desenvolvimento dos filmes.


Israel

O país é conhecido como pioneiro na produção de filmes agrícolas, de cultivo protegido. Por conta das condições ambientais, eles têm muito pouca água e chuva, um ambiente com muitas temperaturas elevadas e baixas, dependendo da época do ano. 



Comentários Comente essa notícia